quarta-feira, setembro 3

O paradoxo mental do ambulanceiro

Logo após fazer o post abaixo, tava eu aqui na janela do meu quarto, noiando com o incenso aceso...hihihihi... quando me passou lá na rua uma ambulância histerica a milhão quase passando porcima dum fedelho qualquer.

Na hora me veio na cabeça o que eu chamei de paradoxo mental do motorista de ambulância.

Imagina a situação:

O cara é chamado pra atender uma vitima de atropelamento.

Os ferimentos da vitima são gravíssimos.

O cara sai em disparada porque neste caso em particular cada mili segundo vale uma vida!

Oh!

Daí no meio do percurso no maior velô, o cara atropela seriamente um idoso, deixando-o em risco de vida tanto quanto a primeira vitima da historia.

E agora josé? E agora?

Joga um encima doutro?

Foda-se o velho?

Foda-se a ambulância, bora acende mais um?

Foda se essas perguntas?


O que faz o motorista?


O que faria vc?

Participe!