sexta-feira, outubro 10

Amsterdam Nights - Night 1

Faz quase 1 semana que voltei, eu acho.

Bem, resumindo o que irei escrever, Amsterdã é foda, é o paraíso.

Cheguei em Amsterdã à noite, umas 10:30 quando saí do Tram (um bonde moderno maluco lá) e fui em direção ao albergue Flying Pig Uptown. Quando desci do tram peguei o mapa e me veio um morador de rua falando em inglês sem nenhum sotaque perguntando onde eu queria ir porque ele manjava tudo de Amsterdã e tals.

Aí fui pro albergue. Lá na recepção tinha uma placa: Após às 15:00, o check-in é no bar. Caralho, que porra de lugar é esse onde se faz o check-in no bar??? Eu achei que era o céu! Aí fui lá, peguei uma breja de 3,50 e dei uma nota de 20. O cara não tinha troco e me deu um vale (adivinha se não bebi o vale todo). E fiz o check-in no bar. Deixei minhas malas e saí para comer algo. Comprei um dorito e entrei num coffee shop.

AHHHHHHHHHHHHHHHHHHhh, o coffee shop! Peguei o menu e lá tinha um monte de nome estranho que eu nunca vi na vida. Chamei o garçom e falei que não conheci nada daquilo e ele me faz a pergunta mais adorável do mundo:

MARIJUANA OR HAXI?

Ahhhhhhhhhhhhhhh, eu abri um mega sorriso: MARIJUANA!!!!! The strongest!

Aí veio: White shiva! Pedi papel e ele me passou um tubo com seda e papel cortado pra piteira! Fiz um braus e FIREEEEEEEEEEEEEEEE! Fiquei maluco em Amsterdã!

Voltei pro albergue e encontrei um brasileiro doidão que já tomou muito daime na vida e fumamos mais e tomamos mais. E resolvemos sair pra ver as putas nas vitrines. No meio do caminho eu tava doidão e louco pra mijar. Perguntei pro maluco se ele já tinha visto galera mijando na rua e ele disse que sim. Pois bem, aderi o movimento e fui, porém eu não tinha reparado que estava na frente de uma delegacia.

Fim de história: a puliça foi atrás da gente e levaram o maluco pra delegacia. Deram um sabão nele e falaram que se pegarem o amigo dele mijando de novo na rua eles iam me levar.

Doidão, perdido, 3:30 da manhã, Amsterdã... Foi osso.

Depois conto as outras noites.