quarta-feira, novembro 18

Aprendendo com a vida

Na minha vida aprendi mais com o chaves que qualquer outra coisa:

  • As crianças mexicanas tem rugas.
  • JAMAIS encostar em alguém que esteja tomando um choque.
  • Seu Madruga paga o aluguel todos os meses. Por isso sempre deve 14 meses, não 15, 16, 17…
  • Não basta ser o maior professor do mundo. Tem que ter um pouco de pepsicologia.
  • Pessoas bebem leite de burra.
  • Existe uma fruta chamada tamarindo.
  • O Quico é emo.
  • Devemos deixar os outros fazerem nosso trabalho para evitarmos a fadiga.
  • A vingança nunca é plena, mata a alma e envenena.
  • Uma epístola é uma carabina, só que menor.
  • Azul escuro em inglês é blue marinho.
  • Equilibrar cabo de vassoura com o pé é maneiro.
  • Alguns móveis são feitos de isopor. Portas também.
  • Socos têm barulhos de sinos.
  • Sempre tem um filho da puta que rouba as moedas nas fontes dos desejos.
  • Leite é muito parecido com gesso.
  • "Quero ver outra vez seus olhos olhinhos em noite serena" é a talvez a única música mexicana que metade da população brasileira conheça.
  • Um cabo de vassoura com um lençol amarrado na ponta equivale a uma mala.
  • A mães mentem de vez em quando. O pai do Quico na verdade está vivo, ele simplesmente fugiu de casa.
  • Alguns alunos são tão tímidos que nem os professores percebem sua presença em sala de aula.
  • Qualquer McDonald's da América do Sul lucraria caso vendesse o McSanduíche de Presunto.
  • Hector Bonilha é o Antônio Fagundes acima da linha do Equador.
  • As pessoas boas devem amar seus inimigos.
  • Os carrinhos feitos com caixas de sapatos são os mais maneiros.
  • Não é indicado deixar uma máquina de lavar no meio da sala.
  • Bolinhas de tênis de mesa são parecidíssimas com ovos.
  • Pirulitos podem ter o tamanho de raquetes de tênis.
  • O estilingue pode ser uma arma mortal.
  • Tem vez que Acapulco é no Guarujá.
  • Se você é jovem ainda um dia velho será.
  • Pouco me importa se você quer. Compre.
  • Se você quiser vir a ser alguma coisa, que devore os livros.